Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Porto perde a Agência do Medicamento, Amesterdão venceu por sorteio

A atual sede da agência europeia do medicamento, em Londres

Porto ficou em sétimo, cidade holandesa foi escolhida após empate com Milão

Está escolhida a cidade que vai acolher a Agência Europeia do Medicamento (EMA). Com as duas cidades finalistas - Milão e Amesterdão - a ficarem empatadas na última ronda, com 13 votos cada uma, a decisão foi tomada através de sorteio.

Esta segunda-feira, os 27 Estados-membros escolheram a nova localização da EMA, cada um deles com direito a um voto. Após várias rondas de votação foram apuradas Milão e Amesterdão, sendo necessários (pelo menos) 14 votos para vencer.

Na contagem final, um dos votos dos Estados-membros foi considerado inválido, apurou o Expresso junto de fontes próximas do processo. Com o empate a 13 votos, a decisão foi tomada por sorteio. Amesterdão saiu vencedora.

O Porto era uma das cidades candidatas, mas foi afastado na primeira ronda da votação. Concorriam 16 cidades - Malta, Croácia e Irlanda retiraram as candidaturas - e a proposta portuguesa recolheu 10 votos. Foi a sétima mais votada.

A votação sobre a nova localização da EMA (que conta atualmente com 890 trabalhadores e recebe cerca de 35 mil representantes da indústria por ano, e que vai sair de Londres na sequência do Brexit) decorreu na reunião do Conselho de Assuntos Gerais da União Europeia, em que Portugal esteve representado pela secretária de Estado dos Assuntos Europeus, Ana Paula Zacarias.

A nova sede da Autoridade Bancária Europeia (presentemente em Londres), com oito candidaturas, é também decidida esta segunda-feira.