Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Autoridade Bancária Europeia fica em Paris. Decisão tomada (outra vez) por sorteio

SISKA GREMMELPREZ/AFP/Getty Images

À semelhança do que já tinha acontecido com a decisão da nova localização da Agência Europeia do Medicamento, também a escolha da cidade que irá receber a Autoridade Bancária Europeia foi feita à sorte, após um empate nas votações

Paris será a nova casa da Autoridade Bancária Europeia. Esta segunda-feira, os 27 Estados-membros votaram e, tal como já tinha acontecido com a Agência Europeia do Medicamento, não chegaram a qualquer maioria. A cidade francesa empatou a 13 votos com Dublin e a escolha acabou por ser tomada por sorteio.

Para chegar à decisão, foram necessárias três votações. Dublin, Paris e Frankfurt foram as cidades que passaram à segunda ronda com 13, dez e quatro votos, respetivamente. A última votação foi disputada entre Dublin e Paris.

Cada um dos 27 Estados-membros teve direito a um voto, sendo que para uma das cidades ser escolhida eram necessários (pelo menos) 14 votos. Nem Dublin e Paris conseguiram. Com um voto a ser considerado inválido, no final o resultado foi um empate a 13 votos, pelo que a decisão teve de ser tomada em sorteio. A capital francesa foi a vencedora.

Esta segunda-feira, na reunião do Conselho de Assuntos Gerais da União Europeia, em que Portugal esteve representado pela secretária de Estado dos Assuntos Europeus, Ana Paula Zacarias, foram votadas e decididas as novas localizações das sedes da Autoridade Bancária Europeia e da Agência Europeia do Medicamento. Ambas vão sair de Londres na sequência do Brexit.