Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Puigdemont comparece às 14:30 no Palau de la Generalitat. Catalunha tem um novo Executivo pronto a entrar em funções

A sessão terá por objetivo dar oportunidade ao presidente cessante da região autonómica da Catalunha de esclarecer se acata ou não a sua demissão pelo Governo central de Madrid

Cristina Peres

Cristina Peres

Jornalista de Internacional

Carles Puigdemont vai estar no Palau de la Generalitat para prestar declarações públicas sobre a sua posição. De acordo com o Boletin Oficial do Estado (BOE), citado pelo diário catação "La Vanguardia", o chefe cessante do governo catalão vai comunicar a sua posição sobre as medidas de Madrid e, em particular, sobre a decisão do chefe de Governo, Mariano Rajoy, de dissolver o parlamento catalão marcar eleições na região para 20 de dezembro.

Até à data, vários conselheiros e deputados da região manifestaram a sua disposição de permanecer em funções nos seus cargos e "defender a República".

Catalunha tem novo Governo preparado

Jordi Sànchez, presidente da Assembleia Nacional Catalã (ANC), comunicou na quinta-feira a partir da prisão onde se encontra: "Chegou o momento", o mundo "ouvirá a voz legítima dos eleitos se o Estado matar o nosso governoe o nosso parlamento". Segundo o diário "El País", Sànchez referia a Assembleia de Eleitos da Catalunha, um organismo que a Associação de Municípios pela Independência (AMI) tem pronto para substituir os poderes executivo e legislativo em caso de impedimento.