Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Guterres felicitou a atribuição do Nobel da Paz

MIKE SEGAR/REUTERS

"Agora, mais do que nunca, precisamos de um mundo sem armas nucleares", escreveu o secretário-geral da ONU no Twitter.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, felicitou esta sexta-feira a Campanha Internacional para a Abolição de Armas Nucleares (ICAN) pela atribuição à organização do prémio Nobel da Paz. “Agora, mais do que nunca, precisamos de um mundo sem armas nucleares”, escreveu António Guterres na rede social Twitter.

Este prémio recompensa os esforços antinucleares num período em que o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaça colocar em causa o histórico acordo nuclear iraniano de 2015 e está envolvido numa escalada verbal belicosa com o líder norte-coreano Kim Jong-Un.

A porta-voz da ONU em Genebra, Alessandra Vellucci, disse a atribuição do prémio Nobel é um “bom sinal” para uma possível ratificação do tratado de proibição de armas nucleares que, até ao momento, foi assinado por 122 países.

A luta da ICAN nos últimos anos permitiu que a organização tivesse uma grande vitória em julho na ONU, quando dezenas de países assinaram o tratado que bane as armas atómicas.

“Estamos orgulhosos de ter desempenhado um papel importante na sua criação (...). Qualquer nação que esteja procurando um mundo mais pacífico sem ameaça nuclear terá de assinar e ratificar este acordo crucial sem demora”, referiu o ICAN num comunicado.