Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Motor de avião da Air France explode durante voo

Redes Sociais/Reuters

O Airbus A380 efetuava a ligação entre Paris e Los Angeles com 520 pessoas a bordo, quando um dos seus quatro motores explodiu

Estão em curso investigações para determinar a causa da explosão de um quatro motores do Airbus A380 da Air France, que obrigou no sábado o aparelho que efetuava a ligação Paris/Los Angeles, com 520 a bordo ,a aterrar de emergência em Goose Bay, Canadá.

Todos os passageiros saíram ilesos, esclareceu a companhia aérea num comunicado em que frisou que a sua tripulação conseguiu lidar com o “incidente grave” de forma “perfeita”.

Nós olhámos pela janela e vimos que faltava metade do motor”, relatou, Guillen, um responsável do canal norte-americano NBC que seguia no avião.

Segundo o seu testemunho, após duas horas de voo os passageiros escutaram um ruído invulgar.

O avião começou a abanar, foi um barulho de como um dos seu motores estivesse a cair… um barulho que nunca tinha ouvido antes (…) Nós percebemos obviamente que não era turbulência, durou entre cerca de 30 segundos a um minuto e nós reparámos que o avião estava a perder altitude muito rapidamente”, referiu, indicando que quando olharam depois pela janela viram que faltava metade do motor.

O Airbus A380 é o maior avião de passageiros atualmente existente. O aparelho em causa, com o registo F-HPJE, tem sete anos e foi fabricado pela Engine Alliance, uma joint venture entre a General Eletric e a Pratt&Whitney.