Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Secretário da Saúde de Trump demite-se por abusar de voos privados

Olivier Douliery / POOL / EPA

Administração de Donald Trump sofreu nova baixa, após a demissão de Tom Price, envolvido num escândalo de 24 viagens provadas de avião que terão custado mais de 400 mil dólares (cerca de 340 mil euros)

Expresso

Tom Price renunciou ao cargo, esta sexta-feira, após ter sido pressionado por Donald Trump, que uma hora antes da demissão afirmou publicamente estar desapontado com o seu secretário da Saúde. Segundo a Reuters, Price ter ainda terá tentado reembolsar a administração dos EUA em 52 mil dólares para evitar a saída, o custo da sua própria deslocação, mas Trump mostrou-se inflexível.

A Casa Branca anunciou que o presidente dos EUA aceitou o pedido de demissão, já substituído interinamente por Don J. Wright, secretário adjunto de Price e diretor do gabinete de prevenção de doenças e promoção da saúde. Sob investigação por utilização de aviões privados em viagens de trabalho estão ainda outros três membros da administração de Trump, entre os quais o secretário do Tesouro e o administrador da Agência de Proteção Ambiental..

A intransigência de Donald Trump em relação ao caso noticiado desde 19 de setembro no Politico deve-se ao receio que o comportamento de Price comprometesse a sua promessa de acabar com a corrupção e os abusos financeiros entre a classe política de Washington.

Quando assumiu o cargo, Tom Price assumiu como prioridade acabar com o Obamacare, o sistema de saúde herdado do anterior presidente dos EUA.