Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Ao fim de seis meses, Trump tem a taxa de popularidade mais baixa de sempre

Mais precisamente, desde que há sondagens. Ou seja, nos últimos setenta anos

Luís M. Faria

Jornalista

Donald Trump tem a pior taxa de popularidade de um presidente norte-americano ao fim de seis meses no cargo. Apenas 36% dos americanos o aprovam, contra 58% que desaprovam. Os resultados constam de uma sondagem publicada pelo diário Washington Post e um canal televisivo, a ABC.

Desde que tomou posse, Trump tem estado continuamente envolvido em controvérsias. Duas das principais, referentes ao envolvimento da Rússia na sua campanha eleitoral (na última semana houve desenvolvimentos drásticos, quando se soube que um dos seus filhos e o seu genro se tinham encontrado com pessoas ligadas ao Kremlin, incluindo um antigo espião) e à ordem executiva que ele emitiu para proibir a entrada de visitantes de determinados países de maioria muçulmana nos EUA (há dias, um tribunal do Havai voltou a bloquear partes da ordem) não dão sinais de acalmar.

Segundo a sondagem agora publicada, os números de Trump contrastam fortemente não apenas com os do seu predecessor imediato mas com a maioria dos presidentes anteriores. Barack Obama tinha 59% de opiniões positivas contra 37% negativas ao fim de seis meses na Casa Branca. George Bush (filho), 59% contra 39%. Bill Clinton, 49% contra 51%. George Bush (pai), 73% contra 22%. Ronald Reagan, 62% contra 29%.

O normal é o saldo ser largamente positivo

Para encontrar alguém com números próximos dos de Trump, É preciso remontar a Gerald Ford, que sucedeu a Richard Nixon quando este se demitiu por causa do escândalo Watergate. A decisão de Ford de conceder um perdão ao homem que o tinha escolhido para vice-presidente foi mal vista por uma grande maioria dos americanos, e a sua aprovação pública ao fim de seis meses ficou-se pelos 39%, contra 43& que desaprovavam. Três anos depois, em parte por causa disso, Ford perderia a eleição presidência para Jimmy Carter.

A situação normal, segundo mostram a sondagens, é os presidentes terem um saldo largamente positivo ao fim de seis meses. O presidente mais popular ao fim desse tempo – 82% contra 9% - foi Harry Truman, que sucedeu a Franklyn Delano Roosevelt, falecido nos meses finais da II Guerra Mundial. Truman cumpriu os três anos finais do mandato de Roosevelt e seria reeleito em 1948.