Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Duas turistas mortas e quatro feridas num ataque no Egito

As turistas ucranianas e alemães foram esfaqueadas numa estância balnear em Hurghada, no leste do Egito

Duas turistas ucranianas morreram e quatro alemãs ficaram feridas esta sexta-feira quando foram esfaqueados numa estância balnear em Hurghada, na costa do Mar Vermelho (leste do Egito), informou o Ministério do Interior egípcio.

O homem que atacou os turistas com uma faca foi detido de imediato e está a ser interrogado pela polícia local, informou o ministério, num comunicado.

As primeiras informações da investigação indicam que o agressor teve acesso à zona reservada do hotel através de uma praia das imediações. O homem terá nadado e conseguido entrar na área privada do resort.

Até ao momento, o motivo do ataque é desconhecido.
As autoridades egípcias informaram que os turistas foram transportados para um hospital local.

Este ataque acontece horas depois de cinco elementos das forças polícias egípcias terem sido mortos a tiro numa cidade próxima do Cairo.

Os atacantes, presumíveis extremistas islâmicos, abriram fogo contra o carro em que estavam os agentes policiais.

Em janeiro de 2016, três turistas ficaram feridos na zona balnear de Hurghada num ataque também perpetrado com uma arma branca. Os agressores eram alegados simpatizantes do grupo extremista Estado Islâmico (EI).