Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Corte de cabo submarino impede acesso à Internet na Somália

Entre os efeitos negativos conta-se a interrupção das transferências de dinheiro

Luís M. Faria

Jornalista

A Somália, um país do Corno de África que tem procurado sobreviver a décadas de conflito, secas e fome, está a enfrentar um problema bastante mais moderno. Desde há duas semanas, boa parte do centro e do sul do país, incluindo a capital, encontra-se sem acesso à Internet.

O ministro das Telecomunicações, Abdi Anshur Hassan, disse numa conferência de imprensa no sábado que a situação está a custar cerca de dez milhões de dólares por dia à economia nacional.

Aparentemente, tudo tem a ver com o facto de um navio comercial ter cortado um cabo de fibra ótica debaixo do Oceano Índico. Engenheiros de Omã foram enviados para tratar do problema, mas ainda não há estimativas de tempo.

Um dos efeitos mais negativos tem a ver com a interrupção das transferências de dinheiro no final do Ramadão, que são importantes para o país.