Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Cimeira do G20: Trump e Putin chegam a acordo de cessar-fogo para a Síria

LOUAI BESHARA/GETTY IMAGES

Acordo abrange as regiões de Daraa, Quneitra e Suwayda, no sudoeste da Síria, e deverá entrar em vigor no próximo domingo

Helena Bento

Jornalista

Além de ter falado sobre a situação na Ucrânia e o combate ao terrorismo, Donald Trump e Vladimir Putin também chegaram a um acordo de cessar-fogo para o sudoeste da Síria, que deverá entrar em vigor às 00h do próximo domingo, hora local (10h00 em Lisboa).

O estabelecimento de “zonas seguras” nas regiões de Daraa (próxima da fronteira com a Jordânia), Quneitra e Suwayda foi anunciado pelo chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, que também esteve presente no encontro entre os dois líderes, e adiantou que Vladimir Putin e Donald Trump comprometeram-se a garantir que “todas as partes” envolvidas no conflito vão respeitar a trégua e garantir o envio de ajuda para a região.

A polícia militar russa - em coordenação com os EUA e a Jordânia, que também está envolvida no acordo - irá, numa fase inicial, ficar responsável pelas questões de segurança. “Creio que temos aqui a primeira indicação de que os EUA e a Rússia estão dispostos a trabalhar em conjunto na Síria. Como resultado disso, tivemos uma longa discussão a respeito de outras áreas em que poderemos continuar a trabalhar juntos”, afirmou o secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, que também esteve presente no encontro.

Donald Trump e Vladimir Putin reuniram-se esta sexta feira em Hamburgo, na Alemanha, onde decorre a cimeira do G20. Durante a reunião, o nome do Presidente sírio Bashar al-Assad terá vindo à baila, segundo Rex Tillerson. “Ainda não se sabe em que circunstâncias é que Assad deixará o poder”. “Haverá uma transição”, disse Rex Tillerson, e essa “transição será feita longe da família” do atual líder da Síria.