Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Detido homem que ameaçava matar Presidente francês

Thierry Chesnot / Getty Images

O indivíduo, que se descreve como “um nacionalista”, já tinha sido condenado por apologia do terrorismo e tentativas de ataque a minorias

Um homem que ameaçava matar o Presidente francês, Emmanuel Macron, durante o tradicional desfile do 14 de julho em Paris e de atacar diversas minorias foi acusado e detido no sábado, disse esta segunda-feira fonte judicial.

Interpelado a 28 de junho, o homem de 23 anos, que já tinha sido condenado por apologia do terrorismo e que se descreve como "um nacionalista", procurava comprar uma arma de fogo e disse querer atacar o Presidente da República e várias minorias.

Segundo a porta-voz do Ministério Público de Paris, Agnes Thibault-Lecuivre, o homem foi detido em Argenteuil, nos arredores da capital francesa, e falou à polícia de um plano para atacar Macron no Dia da Bastilha, o da festa nacional francesa.

Nesse dia 14 de julho, Macron vai assistir a um desfile militar em Paris ao lado do seu homólogo norte-americano, Donald Trump, antes de partir para Nice (sudeste), onde assinalará o primeiro aniversário do atentado terrorista com um camião que matou 86 pessoas.