Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Várias pessoas feridas em tiroteio num hospital em Nova Iorque

Segundo a polícia, o atirador morreu no local. Seria um antigo funcionário do hospital

A polícia da cidade norte-americana de Nova Iorque informou hoje que o atirador do hospital Bronx Lebanon morreu, depois de ter alvejado mortalmente pelo menos uma pessoa.

J. Peter Donald, porta-voz da polícia, afirmou esta tarde (hora local) que morreu o atirador, que assassinou, pelo menos, uma pessoa e feriu outras seis.

O atirador foi identificado como um antigo médico do hospital, que aparentemente se suicidou após o tiroteio.

Segundo uma fonte policial, citada pela agência noticiosa Associated Press, o atirador usava uma bata de laboratório, no qual escondeu uma espingarda.

Com 120 anos, o hospital tem cerca de mil camas e um dos serviços de urgência mais requisitados em Nova Iorque.

Em 2011, duas pessoas foram atingidas neste hospital num incidente classificado pela polícia como uma ação de gangs.