Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Empresa que forneceu revestimento da Torre Grenfell acaba com vendas do produto

ANDY RAIN / EPA

A Arconic anunciou que vai a interromper as vendas do produto, Reynobond PE, para a construção de novas torres. Em causa está um revestimento de alumínio com um núcleo de plástico, que foi revelado como inflamável na sequência do incêndio de 14 de junho, em Londres, que causou 79 vítimas (mortais ou desaparecidas)

A Arconic, a empresa norte-americana que fabrica o revestimento que se acredita ter contribuído para a rápida propagação do fogo da Torre Grenfell, em Londres, encerrou as vendas do produto a nível mundial.

De acordo com o “The Guardian” a empresa anunciou esta segunda-feira que vai a interromper as vendas do produto, Reynobond PE, para a construção de novas torres. Em causa está um revestimento de alumínio com um núcleo de plástico, que foi revelado como inflamável na sequência do incêndio de 14 de junho, que causou 79 vítimas (mortais ou desaparecidas).

A Arconic afirmou que parou com as vendas do revestimento para edifícios altos a nível global devido a preocupações sobre a "inconsistência dos códigos de construção em todo o mundo". O Reynobond PE, uma das várias opções oferecidas pela empresa e a menos resistente ao fogo, foi banida da construção de torres em países como a Alemanha e os Estados Unidos, mas não no Reino Unido.

"A Arconic está a acabar com as vendas globais de Reynobond PE para uso em aplicações de alto nível", avançou o fabricante numa declaração. "Acreditamos que esta é a decisão certa por causa da inconsistência de códigos de construção em todo o mundo e questões que surgiram na sequência da tragédia da Torre Grenfell quanto à conformidade de códigos de sistemas de revestimento no contexto dos projetos globais dos edifícios", acrescentou.

Esta decisão ocorre após ter sido avançado que a empresa sabia que a versão do revestimento menos resistente ao fogo seria usada na Torre Grenfell, apesar das suas próprias diretrizes, que advertem que não é adequado para edifícios acima dos 10 metros, com produtos mais resistentes ao fogo recomendados acima dessa altura. A Torre Grenfell tem mais de 60 metros de altura.

A empresa norte-americana alega que as regulamentações na matéria competem às autoridades de cada país. "Embora publiquemos diretrizes gerais de uso, os regulamentos e os códigos variam de acordo com o país e precisam ser determinados pelos especialistas em código de construção local".

Segundo a BBC, o revestimento de cerca de 600 torres em todo o país está a ser testado para segurança. Dos 60 edifícios testados até agora, em 25 áreas, nenhum passou.