Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Número de mortos no incêndio em Londres sobe para 17

BEN STANSALL / AFP / Getty Images

Novo balanço da polícia local revela aumento das vítimas mortais no incêndio que esta quarta-feira deflagrou na torre Grenfell, um número que deverá aumentar. Polícia diz que ainda não há nada que aponte para um ato terrorista

O número de vítimas mortais no incêndio na torre Grenfell, na zona londrina de Latimer Road, aumentou. Segundo o novo balanço oficial da polícia local, pelo menos 17 pessoas morreram, um número que poderá ainda aumentar, considerando o “número indeterminado” de desaparecidos.

“Vai ser um processo muito longo”, disse uma agente da polícia local, Dany Cotton, referindo-se ao balanço final do número de vítimas. O trabalho de resgate na torre residencial de 24 pisos poderá demorar vários dias ou semanas.

Desde quarta-feira, as autoridades estão a tentar perceber o que esteve na origem do incêndio, mas a polícia reforçou esta quinta-feira que não há ainda qualquer indício que este tenha sido um ato de terrorismo.

O incêndio que deflagrou na torre Grenfell na madrugada de quarta-feira é um dos maiores incidentes deste tipo na capital britânica. As famílias já tinham alertado o senhorio para este desfecho, mas este garantiu várias vezes que não exisitia risco e que, caso existisse um incêndio, os bombeiros conseguiriam resgatá-los numa hora.

Segundo o jornal imobiliário “Inside Housin”, o edifício foi remodelado em 2016 para substituir as tubagens de aquecimento. Nessas obras foram retiradas as estruturas que “corta-fogo” entre pisos e à volta das janelas, destinadas a impedir que as chamas avancem rapidamente, não se sabendo se foram entretanto recolocadas.