Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Líder do Daesh morto na Síria

Imagem divulgada em janeiro de 2014 pelo Ministério da Administração Interna do Iraque como sendo de Abu Bakr al-Baghdadi

Abu Bakr al-Baghdadi terá sido morto na sequência de um raid aéreo feito pelas forças sírias, em Raqqa. A notícia foi avançada pelo jornal inglês Daily Mail, que cita a televisão síria, mas ainda não foi sujeita a confirmação oficial. (em desenvolvimento)

Abu Bakr al-Baghdadi tem 46 anos é natural do Iraque e líder do auto-proclamado Estado Islâmico (EI) desde 2013. A sua cabeça foi colocada a prémio pelas autoridades dos Estados Unidos que prometem uma indemnização de 10 milhões de dólares pela sua captura. Não é, porém, a primeira vez que surgem notícias sobre a morte do dirigente radical islâmico. Mas, esta manhã, a televisão síria anunciou a morte de Abu Bakr, na sequência de uma operação aérea contra postos militares do EI em Raqqa.

Nenhuma das agências noticiosas, quer da Síria (Sana), quer dos representantes do EI (Amaq) confirmou a informação. No domingo de manhã, a Sana confirmou o bombardeamento de vários postos militares de combatentes do Daesh na Síria, na sequência dos quais vários radicais foram mortos ou feridos.

Há cerca de uma semana, o exército iraquiano reconquistou a cidade de Baaj, depois de 14 anos de intensa disputa do território, ocupado pelo Estado Islâmico e onde, supostamente, Abu Bakr al-Baghdadi tinha o seu principal esconderijo.