Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Líder organização mafiosa detido no Brasil

Vincenzo Macri, lider da Ndrangheta, uma das maiores organizações de tráfico de droga do sul de Itália, foi detido em São Paulo, quando ia em trânsito para a Venezuela

Um dos principais elementos criminosos da Commisso, uma das mais discretas famílias do crime italianas, Vincenzo Macri, foi na sexta-feira à noite detido em São Paulo, a caminho da Venezuela, acusado de tráfico de droga internacional.

De acordo com o ministro do Interior italiano, Marco Minniti, um dos dirigentes da Ndrangheta, foi apanhado num aeroporto no Brasil ao mostrar um passaporte falso, depois de estar a fugir à justiça há mais de dois anos.

Macri, de 52 anos, é o maior cabecilha do grupo criminoso que, de acordo com relatos na imprensa internacional, fez num ano mais de 50 mil milhões de euros, um lucro maior do que a McDonald's e o Deutsche Bank juntos.

Descrito pela imprensa como "o senhor de dois mundos", pelas boas relações com o mundo do crime na Austrália e nos Estados Unidos, Minniti liderava a Ndrangheta, uma das maiores e mais discretas organizações de tráfico de droga do sul de Itália.