Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Centro Português de Caracas suspende festas de santos populares

Portugueses da capital venezuelana não vão organizar este ano festas populares de São João e de S.Pedro devido à situação económica e social do país.

O Centro Português de Caracas suspendeu temporariamente a celebração do seu aniversário e todas as festas, nomeadamente as de São João e São Pedro, devido à crise económica e social que afeta o país.

"Todas as festas estão suspensas. A decisão foi tomada pela direção, que entendeu que não há condições para festejar", disse o presidente do centro à agência Lusa.

Segundo Rafael Gomes, o clube realizará apenas os atos protocolares do 10 de Junho, por ser Dia de Portugal, que terão lugar ao final da tarde de hoje (noite em Lisboa).

Na Venezuela, as manifestações a favor e contra o Presidente Nicolás Maduro intensificaram-se desde 01 de abril último, depois de o Supremo Tribunal de Justiça divulgar duas sentenças que limitavam a imunidade parlamentar e em que aquele organismo assumia as funções do parlamento.

Entre queixas sobre o aumento da repressão, os opositores manifestam-se ainda contra a convocatória a uma Assembleia Constituinte, feita a 01 de maio último pelo Presidente Nicolás Maduro.

Dados divulgados recentemente pelo ministro venezuelano de Comunicação e Informação, Ernesto Viegas, dão conta de que pelo menos 82 pessoas já morreram desde abril.

No entanto, segundo o Ministério Público, o número de mortos é de 67