Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Tusk sobre Brexit: “Não sabemos quando é que as conversações começam mas sabemos quando acabam”

EMMANUEL DUNAND/GETTY

O Presidente do Conselho Europeu avisa, no entanto, que o relógio para o Reino Unido sair da UE está a contar

"Não sabemos quando é que as conversações do Brexit vão começar. (Mas) sabemos quando têm de terminar", diz Donald Tusk numa mensagem deixada esta manhã na rede social Twitter.

O Presidente do Conselho Europeu reage aos resultados eleitorais no Reino Unido para deixar um aviso a quem tem agora de formar governo: o relógio está a contar, as negociações têm um prazo de dois anos e já passaram dois meses desde que Theresa May avançou com a notificação formal.

A primeira-ministra britânica perdeu a maioria que dispunha no parlamento e os resultados trazem uma nova incerteza quanto ao Governo que terá de negociar o Brexit com a União Europeia.

"Deem o vosso melhor para evitar um "não acordo" resultante da "não existência de negociações", acrescenta ainda Tusk.

Já o Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, diz que do lado europeu tudo continua a postos para avançar com o processo que deveria arrancar em meados deste mês.

"Estamos prontos para começar a negociar", disse em declarações ao Jornal Politico, à margem de uma conferência em Praga, na República Checa. "Espero que os britânicos possam formar um governo estável o mais depressa possível", adianta ainda, admitindo, no entanto, que pode não ser fácil.

"Não acredito que as coisas agora se tenham tornado mais fáceis, mas nós estamos prontos", concluiu.

Também Michel Barnier, que vai representar os 27 à mesa das negociações deixou claro no Twitter que é importante que britânicos e europeus trabalhem "em conjunto para alcançar um acordo".

"As negociações devem começar assim que o Reino Unido estiver pronto", diz o negociador, sublinhando que o "calendário e a posição da UE são claros.