Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Zeinab Mokalled, a mulher que ensinou os libaneses a reciclar

A organização que criou na sua aldeia libanesa tornou-se alvo de atenção de inúmeras pessoas que a vão visitar para perceber como conseguiu, em contraste com a inércia do Estado, criar um esquema de recolha de lixo reciclável

Atualmente com 81 anos, Zeinad Mokalled surge como um exemplo inspirador de alguém que conseguiu criar um esquema de recolha de lixo reciclável através de mulheres voluntárias da sua aldeia libanesa.

A sua história é relatada num artigo da BBC, que descreve como criou em meados dos anos 1990 a organização que batizou como O Apelo da Terra e que, na atualidade, é alvo de interesse de inúmeras pessoas que a vão visitar, para tentarem perceber como conseguiu colocar a sua aldeia de 10 mil habitantes a reciclar.

Mokalled explicou que decidiu solicitar o auxílio de mulheres para lhes dar poder e, também, por pensar que conseguiriam ir casa a casa recolher o lixo reciclável, algo que em meados dos anos 1990 não seria aceite caso fosse feito por homens.

A sua amiga Khadija Farhat comprou um camião com o seu dinheiro. Mokalled cedeu o seu próprio quintal, nas traseiras, para armazenas o lixo reciclável. Consciente de que os habitantes da aldeia não iriam pagar para terem o seu lixo recolhido, o esquema recorre a uma contribuição efetuada pelas voluntárias que efetuam a recolha. Atualmente, são 49 mulheres, cada uma das quais contribui com cerca de 36 euros anuais.

Três anos depois, receberam das autoridades locais 300 caixotes de lixo e um terreno para onde passaram a juntar o lixo a ser reciclado. De início reciclavam vidro, papel e plástico, mas recentemente começaram também a recolher equipamento eletrónico e contrataram um investigador para descobrir a melhor forma de usá-lo para criar um composto nas altas temperaturas existentes no sul do Líbano.