Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Atentado de Londres. Imãs britânicos recusam enterrar atacantes

Getty

Numa mensagem divulgada através das redes sociais, um grupo de imãs britânicos defendem que os autores do ataque de sábado praticaram “ações indefensáveis”

Mais de 130 imãs britânicos recusam participar nas cerimónias fúnebres dos autores do brutal ataque de sábado em Londres.

“Não celebraremos o tradicional funeral islâmico e apelaremos a outros imãs e demais autoridades religiosas para que também não o façam”, escreveram os líderes muçulmanos britânicos numa mensagem divulgada através das redes sociais.

Nessa mensagem, publicada online pelo imã Abdullah Hasan da associação Imãs Contra os Abusos Domésticos, pode ler-se que os rituais fúnebres “são normalmente celebrados para qualquer muçulmano independentemente das suas ações”, mas neste caso tratam-se de condutas “sem precedentes”.

Os ataques de sábado à noite, reivindicados pelo autoproclamado Estado Islâmico (Daesh), fizeram sete mortos, além dos três atacantes, e 48 feridos.

Segundo o serviço nacional de saúde britânico, (NHS), 36 feridos permanecem hospitalizados, 18 dos quais em estado crítico.