Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Daesh reivindica autoria do ataque em Londres

FLores e mensagens de apoio às vítimas perto de Borough Market

PETER NICHOLLS / REUTERS

De acordo com o centro norte-americano de vigilância de redes sociais usadas por terroristas, CITE, os atentados de Londres foram cometidos por um “destacamento do Estado Islâmico”

O grupo extremista Estado Islâmico reinvindicou a autoria dos atentados de sábado em Londres, revelou hoje o SITE, centro norte-americano de vigilância de redes sociais usadas por terroristas.

Os ataques ocorridos na London Bridge e em Borough Market, em Londres, provocaram sete mortos e 48 feridos. Os três atacantes foram abatidos.

De acordo com o SITE, que cita um comunicado da Amaq, a agência de propaganda do grupo extremista, os atentados de Londres foram cometidos por um "destacamento do Estado Islâmico (EI)". O comunicado da Amaq foi divulgado em Beirute.

Este é o terceiro ataque que o EI reivindica no Reino Unido, depois do atentado com bomba em Manchester, no dia 22 de maio, e de um ataque em Londres em março. Não foi revelada ainda a identidade dos autores dos atentados de sábado.