Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Putin admite que "hackers" podem ter interferido nas eleições americanas

getty

O Presidente russo diz em entrevista à NBC que "hackers" podem ter interferido nas eleições americanas... mas não necessariamente russos

Luísa Meireles

Luísa Meireles

Redatora Principal

O Presidente russo Vladimir Putin admitiu implicitamente que "hackers" podem ter interferido nas eleições americanas atacando o site e os mails do Partido Democrático, mas que essa ação pode ter sido "plantada" por "hackers" americanos.

"Hackers americanos podem ter colocado provas falsas que a Rússia interveio nas eleições presidenciais americanas", disse Putin numa entrevista ao programa NBC News' Sunday e cujo extracto foi divulgado hoje.

Até agora, o Kremlin tem negado sempre as acusações feitas pelos serviços de informações americanos de que a Rússia tentou interferir nas eleições. Segundo o Presidente russo, os hackers americanos poderiam tê-lo feito "por razões políticas".

No programa televisivo, Putin diz à jornalista que os "hackers" podem estar em qualquer lado, incluindo nos Estados Unidos e que alguns deles, no meio da batalha política, podem ter considerado conveniente libertar a informação, fazendo parecer que era a Rússia que estava por detrás disso.

"Pode imaginar isso? Eu posso", pergunta Putin à jornalista Megyn Kelly.

Num Fórum em SãoPetersburgo o Presdiente russo voltou a dizer que as acusações americanas não passavam de um "boato grosseiro" e que qualquer prova citada pelos serviços secretos americanos podia ter sido fabricada.