Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Nigel Farage desperta a atenção do FBI

PATRICK SEEGER/EPA

Apesar de não haver suspeitas de que tenha estado implicado no eventual conluio da Rússia com a campanha presidencial e a eleição de Donald Trump, o antigo líder do Partido da Independência do Reino Unido é encarado como “uma pessoa com interesse” na investigação que está a ser levada a cabo pelo FBI

O britânico Nigel Farage é encarado como “uma pessoa com interesse” na investigação que o FBI está a levar a cabo sob o eventual conluio da Rússia com a campanha presidencial de Donald Trump, segundo referiram fontes não identificadas ao “The Guardian”.

Apesar de não ser acusado de nenhum crime, nem ser sequer considerado suspeito na investigação norte-americana, o antigo líder do Partido da Independência do Reino Unido, que teve grande destaque na campanha pelo Brexit, “despertou o interesse” dos investigadores do FBI devido às suas relações com indivíduos ligados tanto à campanha de Trump como ao fundador do Wikileaks, Julian Assange.

Em reação ao artigo do “The Guardian”, Farage declarou ao “Daily Mail”: “Eu não acredito nisso, eu não tenho nenhumas ligações. Eu nunca estive na Rússia, Eu nunca tive quaisquer negócios com a Rússia”.

Inquirido sobre o assunto pelo “The Guardian”, um porta-voz do Partido da Independência do Reino Unido considera a hipótese como um absurdo: “Que eu tenha conhecimento, o único verdadeiro político russo com quem Niguel esteve foi Garry Kasparov”.