Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Cheias do Sri Lanka: número de mortes sobe para 169

DINUKA LIYANAWATTE / Reuters

O Sri Lanka enfrenta um período de cheias, que até agora provocaram pelo menos 169 mortos e cerca de 112 desaparecidos. Estas chuvas intensas ocorrem durante a época das monções, no período do verão, seguindo-se a meses de seca

Fortes inundações causadas pelas chuvas de monção no Sri Lanka causaram, até agora. pelo menos 169 mortos e cerca de 112 desaparecidos, avança o Centro de Gestão de Desastres do país. O número de fatalidades deve aumentar à medida que as autoridades lutam para resgatar as pessoas e alertam para a possibilidade de ataques de crocodilos.

Banakiyanage Gnanawathie, uma das pessoas afetadas pelas cheias, revelou à CNN que nunca vira tais inundações, “apesar de ter passado toda a minha vida em Matara”. E acrescenta: “Perdemos todos os nossos pertences e permanecemos nas roupas que usamos”. Ainda assim, diz-se feliz por terem “escapado das cheias e até mesmo dos crocodilos”. “Foi apenas na manhã seguinte que as tropas chegaram em barcos e nos levaram para um terreno seguro”, disse.

Segundo Pradeep Kodippily, porta-voz do Centro de Gestão de Desastres do Sri Lanka, as chuvas fortes ocorreram durante um curto período de tempo, levando ao deslocamento de 112 mil pessoas. Quase meio milhão de pessoas foram afetadas pelas inundações. O clima agreste provocou deslizamentos de terra em todo o país, levando a polícia e as equipas de resgate a mover-se de barco para resgatar as vítimas e recuperar cadáveres.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros do Sri Lanka ativou a sua Unidade de Resposta a Emergências e pediu a ajuda das Nações Unidas e dos países vizinhos, para prestar assistência nos esforços de socorro. O governo implantou 2000 militares nas áreas afetadas.

Estas chuvas, que ocorrem durante a época das monções, foram as piores que atingiram o Sri Lanka desde 2003. Acontecem no sul da Ásia no período do verão, surgindo após dois meses de seca que levaram à intervenção do Programa Mundial de Alimentação.