Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Manchester. Detido mais um suspeito de estar relacionado com o ataque

Jeff J Mitchell/ Getty Images

A polícia britânica deteve esta madrugada um 10.º homem suspeito de estar relacionado com o atentado em Manchester, que causou 22 mortos

A polícia de Manchester confirmou esta sexta-feira a detenção de mais um homem naquela cidade por suspeita de ligação ao atentado de segunda-feira, ao mesmo tempo que continuam as buscas em várias direções como parte da investigação.

Num comunicado no Twitter, a polícia disse que durante a madrugada desta sexta-feira deteve um homem no bairro periférico de Moss Side.

A fonte confirmou que atualmente há oito homens sob custódia, que estão a ser interrogados, depois de um homem e uma mulher terem sido libertados sem acusação.

A investigação está a ser desenvolvida depois de o bombista suicida Salman Abedi, de 22 anos, e nascido no Reino Unido e de origem líbia, ter detonado um explosivo artesanal no exterior do Manchester Arena, onde decorreu um concerto da cantora pop norte-americana Ariana Grande, causando 22 mortos e 64 feridos, muitos deles adolescentes.

Segundo a polícia, nas últimas horas foram realizadas rugas em direções específicas de Manchester, assim como numa propriedade de St. Helens, na área de Merseyside, no norte de Inglaterra.