Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Jovem morre devido a arritmia provocada pelo excesso de cafeína

Davis Cripe, de 16 anos, consumiu no intervalo de duas horas três bebidas com cafeína, uma delas uma bebida enrgética

Mafalda Ganhão

Um jovem de 16 anos morreu nos Estados Unidos após ter consumido três bebidas com cafeína - uma delas uma bebida energética - num intervalo de apenas duas horas. Davis Cripe sofreu uma arritmia cardíaca quando assistia a uma aula, não tendo sido possível reanimá-lo.

A morte do jovem aconteceu a 26 de abril, mas uma primeira autópsia não foi conclusiva. Os resultados agora anunciados afastaram a existência de qualquer problema de saúde prévio, assim como o eventual consumo de álcool ou qualquer tipo de drogas.

“Durante uma arritmia, ou ritmo cardíaco anormal, o coração pode não conseguir bombear sangue suficiente para o corpo e a falta de fluxo sanguíneo afeta o cérebro, o coração e outros orgãos”, explicou um especialista à CNN.

De acordo com o que foi possível apurar posteriormente, Davis tinhacbebido um café com leite, um refrigerante com cafeína e uma bebida energética. A sua morte está a servir como alerta para o perigo de ingestão deste último tipo de produtos, não aconselháveis para crianças ou jovens, por conterem também outros estimulantes considerados perigosos.