Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Partido de Merkel triunfa em bastião social-democrata a quatro meses das eleições gerais

THILO SCHMUELGEN/REUTERS

Trata-se de uma vitória importante para Angela Merkel, numas eleições que a imprensa tem descrito como “o ensaio geral” para as legislativas de setembro, em que a chanceler alemã espera alcançar o seu quarto mandato consecutivo

Helena Bento

Jornalista

A CDU de Angela Merkel venceu este domingo as eleições no estado federado da Renânia do Norte-Vestefália, o mais populoso do país. Os primeiros resultados apontam para uma vitória de Armin Laschet, da União Democrata-Cristã, com 33,7% dos votos (acima dos 26,3% que o partido conseguiu em 2012), contra 31,1% do SPD (Partido Social-Democrata) de Hannelore Kraft, que governava o estado em coligação com os Verdes.

Trata-se de uma vitória importante para a chanceler alemã, numas eleições que a imprensa tem descrito como “o ensaio geral” para as legislativas de setembro, em que Merkel espera alcançar o seu quarto mandato consecutivo. É também a terceira vitória da CDU em eleições regionais este ano, depois de ter vencido em Sarre, um pequeno estado de um milhão de habitantes situado na fronteira com o Luxemburgo e França, e de derrotar o SPD em Schleswig-Holstein.

Para o Partido Social-Democrata, por outro lado, a vitória dos conservadores é uma dura derrota num importante bastião, que governaram durante a maior parte do tempo desde 1966. Kraft já anunciou a demissão das suas funções no partido. Em reação aos resultados, o ex-presidente do Parlamento Europeu e atual líder do SPD, Martin Schulz, admitiu que este domingo é “um dia difícil para os sociais-democratas” e também para si. “Venho de um estado em que sofremos hoje um duro golpe”, disse Schulz, apelando, porém, ao partido para se concentrar agora nas eleições gerais. “Vamos continuar a lutar. O resultado chegará no dia 24 de setembro.”

O escrutínio na Renânia do Norte-Vestefália foi o último a ter lugar antes das eleições gerais de setembro. De acordo com a mais recente sondagem para as próximas eleições, realizada pelo Instituto Forsa e divulgada na passada quarta-feira, a CDU mantém-se à frente, com 36% das intenções de voto, enquanto o SPD, o atual partido minoritário da “grande coligação” de Merkel e o mais forte concorrente nas próximas eleições, sobe um ponto, mas fica-se pelos 29%. Os Verdes surgem com 8% e o Partido Democrático Livre (FDP), assim o partido de extrema-direita Alternativa para a Alemanha (AfD), surgem com 7% cada.