Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Hollande diz que deixa França bem melhor do que a encontrou

Hollande na passagem de testemunho a Macron no palácio do Eliseu

PHILIPPE WOJAZER / POOL

François Hollande, que abandonou hoje o cargo de Presidente da República de França, afirmou, após a tomada de posse de Emmanuel Macron, que deixa o país "num estado bem melhor" do que aquele em que o encontrou.

François Hollande, que abandonou hoje o cargo de Presidente da República de França, afirmou, após a tomada de posse de Emmanuel Macron, que deixa o país "num estado bem melhor" do que aquele em que o encontrou.

"Deixo a França num estado bem melhor do que aquele em que a encontrei", declarou o agora ex-presidente francês, que se dirigiu à sede Partido Socialista (PS) francês depois de abandonar o Eliseu (palácio da Presidência da República francesa).

Na despedida, depois de passar o testemunho ao sucessor, Hollande foi aplaudido pelos funcionários do Eliseu e pela multidão que se juntou em frente ao palácio, enquanto se dirigia ao carro, na companhia de Macron, com quem esteve reunido durante mais de uma hora.

"Boa sorte", desejou Hollande a Macron, que chega ao Eliseu depois de ter sido conselheiro e ministro da Economia do Presidente cessante.

Hollande, que exerceu o cargo durante cinco anos, disse, num 'tweet', que o mandato ficou marcado por "dificuldades terríveis".

O Presidente francês cessante abandona a presidência, mas não necessariamente a vida política. "Nunca se deve dizer nunca", disse Hollande nos últimos dias no cargo, refere a AFP.

Emmanuel Macron, de 39 anos, foi eleito a 07 de maio, vencendo a nacionalista Marine Le Pen na segunda volta das eleições presidenciais, e tornando-se o mais jovem presidente gaulês de sempre.

O novo Presidente francês prometeu hoje trabalhar para que a Europa seja "refundada e relançada" e tudo fazer para combater o terrorismo e o autoritarismo e resolver a crise dos refugiados.
Macron desloca-se na segunda-feira à Alemanha, na sua primeira visita como chefe de Estado, para se reunir com a chanceler Angela Merkel.