Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Trump demite diretor do FBI

SHAWN THEW / EPA

Em causa está a investigação sobre a alegada interferência russa nas últimas eleições presidenciais

O Presidente dos Estados Unidos demitiu esta terça-feira o diretor do FBI, a polícia federal norte-americana. Não foi anunciado o sucessor de James Comey.

“O FBI é uma das instituições mais respeitadas e admiradas, e hoje marcará um novo começo para nossa joia da coroa na defesa da lei”, pode ler-se no comunicado assinado por Donald Trump.

Segundo o “The New York Times”, a Casa Branca justificou o afastamento de Comey com a forma como estaria a conduzir o processo de investigação aos emails da candidata democrata, Hillary Clinton, durante a campanha para as presidenciais norte-americanas.

O diretor do FBI estava a investigar o eventual envolvimento de membros da campanha de Donald Trump, que com o apoio da Rússia, teriam influenciado o resultado das últimas eleições, que o próprio James Comey já teria confirmado a 20 de março no Congresso.

Ex-procurador federal e antigo vice-secretário de Justiça, James Comey, de 56 anos, foi nomeado pelo antigo Presidente democrata, Barack Obama.

Quando tomou posse, a 20 de janeiro, Donald Trump pediu-lhe que permanecesse em funções.