Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

ONU diz que 250 pessoas desapareceram no Mediterrâneo em dois naufrágios

ANDREAS SOLARO / AFP / Getty Images

Segundo dados das Nações Unidas e do Corpo Médico Internacional, estes dois naufrágios fazem subir para mais de 1300 o total de pessoas que terão morrido no Mediterrâneo só este ano

A agência da ONU para os refugiados (ACNUR), informou esta terça-feira que cerca de 250 pessoas estão desaparecidas após dois naufrágios no mar Mediterrâneo nos últimos dias.

O ACNUR afirma que uma das suas agências parceiras, o Corpo Médico Internacional, relatou um naufrágio na costa da Líbia no domingo, estando ainda 163 pessoas desaparecidas. Aquela organização norte-americana referiu que uma mulher e seis homens foram resgatados pela Guarda Costeira da Líbia.

A mesma agência referiu que cerca de 82 pessoas estão desaparecidas na sequência de outro naufrágio, após várias horas de navegação, de um barco de borracha que transportava 132 pessoas. Cerca de 50 sobreviventes foram resgatados e levados para Pozzallo, na Sicília.

O ACNUR referiu que mais de 1300 pessoas desapareceram e acredita-se que tenham morrido ao tentar atravessar o Mediterrâneo, do norte de África para a Itália, só este ano.