Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Paris: Gare du Nord evacuada pela polícia

HANDOUT/ Reuters

As autoridades referem que a evacuação da mais movimentada estação da capital francesa aconteceu para “verificar” e “dissipar qualquer dúvida”. A operação policial esteve em curso cerca de três horas

A Gare du Nord, em Paris, foi evacuada esta segunda-feira pelas autoridades francesas. Sem avançar detalhes sobre o que motivou a retirada de pessoas do local, a polícia confirmou através do Twitter que tinha em curso uma operação. Ao fim de três horas, deu os trabalhos como terminados.

Não foi apresentada qualquer explicação oficial por parte das autoridades para a ação. Além do que foi escrito nas redes sociais, um representante da polícia parisiense, citado pela AFP, reforçou que se tratava de uma operação para “dissipar qualquer dúvida”.

A operação começou pelas 23 horas (22h em Lisboa). Ainda não eram 2h (1h em Lisboa) quando foi terminada.

Segundo os meios de comunicação franceses, a polícia retirou todas as pessoas que estavam dentro de um TGV que chegava de Valenciennes, no norte do país.

A Gare du Nord é uma das seis estações ferroviárias de Paris. É a mais movimentada do país e a terceira do mundo, sendo que por lá passam anualmente cerca de 180 milhões de passageiros. É desta estação que parte o Eurostar, que liga a capital francesa a Londres, no Reino Unido. Dali também se faz o trajeto até ao norte de França e países como a Bélgica e Holanda.

A operação policial acontece um dia depois de Emmanuel Macron ter sido eleito Presidente. Esta segunda-feira, registaram-se ainda confrontos dispersos em Paris e Nantes. Cerca de 100 manifestantes concentraram-se em vários protestos móveis nos bairros na zona oriental da capital francesa. A polícia respondeu com gás lacrimogéneo e com algumas detenções. Em Nantes, cerca de 450 pessoas juntara-se para gritar pela demissão de Macron e “resistência e sabotagem”. Cinco pessoas foram detidas.

Aquele que é o Presidente mais jovem da República francesa, ao ser eleito com 39 anos, foi escolhido pelos franceses no domingo à noite, obtendo 66,10% dos votos na segunda volta das presidenciais. Marine Le Pen, a candidata da extrema-direita, conseguiu 33,90% dos votos.

A passagem do poder do Presidente cessante, o socialista François Hollande, para o Presidente eleito está prevista para o próximo fim-de-semana.