Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Mais de 140 detidos em confrontos após presidenciais francesas

MEHDI FEDOUACH/GETTY

Pelo menos nove pessoas continuam detidas esta manhã em França, na sequência de confrontos ocorridos depois da vitória de Emmanuel Macron

A polícia francesa deteve 141 pessoas durante a noite de domingo e a madrugada desta segunda-feira , na sequência dos protestos após a vitória de Emmanuel Macron nas eleições presidenciais.
Segundo a Associated Press (AP), que cita fontes policiais, nove pessoas permaneciam detidas esta segunda-feira de manhã, sobretudo por vandalismo.

Durante a campanha presidencial, muitos grupos organizaram protestos contra a candidata da extrema-direita às eleições presidenciais francesas, Marine Le Pen.

Alguns grupos anarquistas e outros de extrema-esquerda também promoveram protestos contra ambos os candidatos, olhando para Macron como "muito amigo" do mundo dos negócios e para Le Pen como manchada pelo passado racista da Frente Nacional.

Nas eleições presidenciais de domingo, o centrista Emmanuel Macron, de 39 anos, derrotou a candidata da extrema-direita, Marine Le Pen, com uma vantagem de quase 30 pontos, ao conquistar 66,06% dos votos, contra os 33,94% obtidos pela líder da Frente Nacional.