Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Perguntas sobre anteriores salários passam a ser proibidas em Nova Iorque

GETTY

Um dos objetivos da nova lei é impedir a perpetuação das diferenças salariais entre homens e mulheres

O mayor de Nova Iorque, Bill de Blasio, aprovou na quinta-feira a legislação que proíbe os empregadores de perguntarem aos candidatos a emprego quanto ganhavam anteriormente.

O autarca do Partido Democrata referiu que a nova lei pretende contribuir para a eliminação das diferenças salariais entre homens e mulheres.

“Se você tiver uma prática que assente sobretudo ou totalmente nos anteriores salários para estabelecer o pagamento, isso constitui uma desvantagem para as mulheres que podem não conseguir negociar tanto quanto os homens”, afirmou Maya Raghu, diretora da igualdade no local de trabalho do Centro Nacional da Legislação para a Mulher, em declarações à CNN.

Mais de 20 estados norte-americanos estão a ponderar implementar o mesmo tipo de legislação.

Em Nova Iorque, a violação da legislação poderá valer multas de até 229 mil euros.