Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Le Pen acusa Macron de ser fraco no combate ao terrorismo

Jeff J Mitchell/GETTY

Candidata da extrema direita francesa diz que o seu opositor na segundo volta está a “concorrer às presidenciais sem ter um programa de contraterrorismo”

A candidata da extrema-direita às eleições presidenciais francesas acusou esta segunda-feira o seu rival, Emmanuel Macron, de ser fraco na luta contra o terrorismo islâmico.

Numa ação de campanha num mercado de agricultores na pequena cidade de Rouvroy, no norte de França, Marine Le Pen disse aos jornalistas que Macron "está a concorrer às presidenciais sem ter um programa" de contraterrorismo.

Le Pen e Macron foram os dois candidatos que passaram à segunda volta das presidenciais francesas, ao obterem os melhores resultados na primeira volta, no domingo.

De acordo com os dados do Ministério do Interior, quando faltava apurar apenas 3% dos votos, Macron contava com 23,86% dos votos, enquanto Le Pen com 21,43%. Em terceiro lugar ficou o conservador François Fillon, com 19,94%, enquanto Jean-Luc Mélenchon (esquerda) obteve 19,62% dos votos.