Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Polícia morto no atentado de quinta-feira em Paris esteve de serviço no ataque ao Bataclan

O carro cinzento em que chegou o atirador

Reuters TV

Xaver Jugele estava a trabalhar quando três homens entraram pela sala de espectáculos Bataclan, em novembro de 2015, e dispararam sobre as pessoas que assitiam a um concerto, fazendo um total de 90 vítimas

O polícia que foi morto no atentado terrorista desta quinta-feira em Paris, foi um dos agentes que se encontrava na sala de concertos Bataclan na noite em que três bombistas suicidas interromperam um espetáculo e mataram 90 pessoas, a 13 de novembro de 2015.

Xavier Jugele sobreviveu a esse ataque, mas morreu esta quinta-feira vítma de um outro atentado terrosista na capital francesa, quando um atacante disparou uma arma automática sobre uma carrinha da polícia estacionada nos Campos Elísios.

O ataque foi reinvidicado pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI) e segundo as aurtoridades policias o atacante tinha consigo um bilhete a defender o EI.