Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

“Parabéns, sobreviveu à maratona de Boston.” O email insensível da Adidas

Kayana Szymczak/ Getty Images

A marca de desporto é uma das patrocinadoras do evento. Após a prova, enviou as felicitações aos atletas. Há quatro anos, o evento desportivo foi palco de um atentado terrorista. Três pessoas morreram e mais de uma centena ficou ferida

“Parabéns, sobreviveu à maratona de Boston”. Era o que se lia no assunto do e-mail de felicitações da Adidas aos participantes que correram, no último domingo, na prova. A marca já pediu desculpa pela “insensibilidade”, uma vez que há quatro anos, o evento desportivo foi palco de um atentado terrorista. Três pessoas morreram e mais de uma centena ficou ferida.

“Estamos incrivelmente arrependidos. Claramente, não houve qualquer ponderação relativamente ao insensível assunto do e-mail que enviamos na terça-feira. Sinceramente, pedimos desculpa pelo nosso erro”, lê-se no comunicado difundido pela Adidas nas redes sociais, horas depois de ter enviado o e-mail.

Segundo a Associeted Press, na edição deste ano, estavam entre os corredores sobreviventes do atentado de há quatro anos.

A 15 de abril de 2013, os irmãos Dzhokhar Tsarnaev e Tamerlan Tsarnaev levaram a a cabo um ataque à bomba na maratona de Boston como forma de retaliação pelas guerras no Afeganistão e no Iraque. Morreram três pessoas e 264 ficaram feridas. Tamerlan morreu quatro dias depois em confrontos com a polícia, já Tsarnaev foi condenado à morte, por injeção letal, em 2015.

Todos os anos, participam nesta maratona aproximadamente 30 mil pessoas.