Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Mais um afastamento no Conselho de Segurança Nacional de Donald Trump

CHRIS KLEPONIS

Reuters e Bloomberg dizem que o Presidente ofereceu a K. T. McFarland o cargo de embaixadora em Singapura, num passo visto como mais uma vitória para o novo diretor do CSN, que tem estado a tentar realinhar a equipa que aconselha Trump sobre política interna e externa

Uma vice-conselheira do Presidente Trump, K. T. McFarland, está prestes a ser afastada do Conselho de Segurança Nacional (CSN) em troca do cargo de embaixadora dos Estados Unidos em Singapura.

A notícia foi avançada no domingo pela Reuters e pela Bloomberg, com uma fonte anónima a dizer às duas agências que a demoção da ex-comentadora da Fox News está para breve mas que ainda não tem data marcada.

A confirmar-se, vai seguir-se ao afastamento do radical Steve Bannon, até agora um dos mais próximos conselheiros de Donald Trump, que o Presidente norte-americano retirou do CSN na semana passada na sequência de alegadas pressões da sua filha mais velha, Ivanka, e do seu marido, Jared Kushner.

O alegado afastamento de McFarland está a ser visto como mais uma vitória do novo chefe do CSN, H. R. McMaster, que veio substituir Michael Flynn depois de este ter sido despedido da administração Trump em fevereiro, por ter mentido ao vice-presidente, Mike Pence, sobre contactos mantidos com o embaixador russo em Washington.

Desde que assumiu a liderança do conselho de especialistas, responsáveis por aconselharem o Presidente em matéria de política interna e externa, McMaster tem estado a tentar "limpar" aquele organismo de pessoas sem experiência que incomodam os conselheiros mais experientes do governo.

McFarland, 65 anos, ex-analista de segurança nacional na Fox News, foi uma das primeiras contratações de Trump assim que este venceu as eleições presidenciais de 8 de novembro, ainda antes de tomar posse a 20 de janeiro.

Os media norte-americanos estão a apontar que a ex-comentadora do canal televisivo conservador vai ser substituída por Dina Powell, até agora vice-conselheira de estratégias no CSN. Powell trabalhou para o Departamento de Estado durante a presidência de George W. Bush e foi conselheira de Ivanka Trump durante a transição do novo Presidente para a Casa Branca.