Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Índia. Polícia tenta descobrir a identidade de menina que vivia com macacos

A rapariga que, deverá ter entre 10 a 12 anos, não sabia falar nem andar normalmente quando foi descoberta na floresta com um grupo de macacos

A polícia indiana está a passar em revista os registos de crianças desaparecidas para tentar descobrir a identidade da menina que foi descoberta a viver com macacos no meio da floresta Katarniya Ghat, no norte do país. em janeiro.

A rapariga, que terá entre 10 a 12 anos, foi descoberta por um grupo de lenhadores que a tentaram salvar, mas não o conseguiram fazer devido à reação dos símios.

“Eles disseram que a rapariga estava nua e muito à vontade na companhia dos macacos. Quando eles tentaram salvar a rapariga, eles foram afastados pelos macacos”, relatou o agente da polícia Dinesh Tripathi à Associated Press.

Os lenhadores alertaram depois as autoridades, que acabaram por a resgatar e levar para um hospital da cidade de Bahraich, do Estado de Uttar Pradesh, no norte da Índia,

Para além de não saber falar, comportava-se como um animal, movendo-se com os braços e pernas no chão, e comia apanhando os alimentos dos chão com a boca, referiu D.K., responsável médico do hospital estatal.

“Ela ainda não consegue falar, mas compreende todo o que lhe dissermos e chega a sorrir”, explicou, referindo que a rapariga será enviada para um centro para menores até que seja descoberta a sua identidade.