Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Assad considera ataque dos EUA “irresponsável e imprudente”

D.R.

O comunicado do Gabinete do Presidente sírio refere que o ataque com mísseis realizado pelos Estados Unidos reflete a continuação de uma política norte-americana de “subjugação das pessoas”

O Presidente sírio, Bashar al-Assad, classificou esta sexta-feira como "irresponsável" e "imprudente" o ataque norte-americano contra uma base aérea síria em Homs, que fez pelo menos nove mortos.

O comunicado do Gabinete do Presidente sírio refere que o ataque com mísseis realizado pelos Estados Unidos reflete a continuação de uma política norte-americana – independentemente da administração que ocupa a Casa Branca – e que se baseia na "subjugação das pessoas".

No mesmo documento, Assad afirma que o ataque da madrugada desta sexta-feira contra a base aérea de Shayrat, perto de Homs, não se baseia em factos verdadeiros.

Forças militares dos Estados Unidos lançaram esta madrugada 59 mísseis de cruzeiro contra a base aérea síria de Shayrat, de onde terão partido os aviões envolvidos no ataque com armas químicas que na terça-feira matou pelo menos 86 pessoas em Khan Sheikhun, no noroeste do país.

O ataque matou nove pessoas, entre as quais quatro crianças, anunciou a agência oficial síria Sana.

"A agressão norte-americana provocou a morte de nove civis, incluindo quatro crianças, fez sete feridos e provocou importantes estragos em habitações das aldeias de Al-Shayrat, Al-Hamrat e Al-Manzul", próximas da base atacada, escreveu a agência.

O texto não precisa se este balanço inclui os seis mortos anteriormente anunciados pelo exército sírio.