Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Homens continuam a dominar o mundo das finanças

Dados do “Finantial Times” revelam que as mulheres ainda são quem menos progride até ao topo da carreira. Elas ocupavam 25,5% dos cargos séniores em 2016, contra 23,7% em 2014

Apesar de ocuparem a maioria dos lugares nos departamentos financeiros, são poucas as mulheres a alcançar uma posição sénior no mundo das finanças. Isso revelam os dados recolhidos pelo “Financial Times” a partir de uma consulta a 50 dos maiores bancos, seguradoras, gestores de ativos e empresas de serviços profissionais, dados que evidenciam a luta que a indústria enfrenta para acabar com a diferença de género.

Os números mostram que a proporção de mulheres desce acentuadamente à medida que os funcionários progridem nas estruturas de carreira das empresas. Apesar de algumas melhorias nos últimos anos, os progressos têm sido lentos.

Segundo o “Finantial Times”, as mulheres ocupavam 25,5% dos cargos séniores em 2016, contra 23,7% em 2014. O número de mulheres em cargos de nível médio permaneceu estável em cerca de 39% no mesmo período.

As empresas ouvidas asseguram que contratar e promover mais mulheres é uma prioridade, revelando as suas respostas que pouco mais de metade do pessoal nos quadros é do sexo feminino, estando a fasquia de mulheres em lugares júnior nos 58%.

Regionalmente, a Ásia apresenta as piores percentagens. Os bancos, as únicas empresas a divulgar dados para a região, tinham em 2016 apenas 6,9% de representação feminina nos cargos de topo.