Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Chocolates mais pequenos mas com o mesmo preço no Reino Unido

Os fabricantes alegam que é a forma de manterem as suas margens de lucro face à desvalorização da libra e consequente aumento do preço das matérias-primas. A diminuição do tamanho dos chocolates vai contudo ao encontro das diretrizes do Instituto de Saúde Pública da Inglaterra

ADRIAN DENNIS

Os pacotes de Maltesers diminuíram 15% de tamanho, esta semana no Reino Unido, sendo a segunda vez que tal acontece em quatro meses, mas o preço foi mantido. Também os chocolates Toblerone e Mars passaram recentemente a ser mais pequenos, continuando a custar o mesmo.

Os fabricantes alegam que esta foi a forma que encontraram para manter as suas margens de lucro, face à desvalorização da libra e consequente aumento do preço das matérias-primas.

A solução vai contudo ao encontro das diretrizes do Instituto de Saúde Pública de Inglaterra, que indicou que os fabricantes têm de reduzir em 20% a quantidade de açúcar nos chocolates, algo que poderá ser conseguido pela alteração da sua composição, pela simples pela diminuição do tamanho ou quantidade dos mesmos ou pelo desvio das suas vendas para alternativas com menos açúcar.

Para além dos chocolates, as diretrizes também se aplicam a doces, iogurtes, cereais, biscoitos, tortas, pudins, margarinas e gelados. A intenção passa por reduzir a obesidade infantil.

Em declarações ao “Financial Times”, Tim Rycroft, presidente da Federação britânica de Alimentos e Bebidas, expressa, contudo, o seu ceticismo relativamente a uma resposta positiva dos consumidores quando à redução de consumo de açúcar, pelo considera “muito improvável” que todas as marcas efetuem as mudanças requeridas.