Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Filha de Trump será sua assistente especial não remunerada

Win McNamee/GETTY

O anúncio ocorre após a presença de Ivanka Trump na Casa Branca ter causado alguma consternação

A filha mais velha do Presidente Donald Trump anunciou esta quarta-feira que irá ser sua assistente especial não remunerada.

Ivanka Trump difundiu uma mensagem esclarecendo o assunto, após a sua presença na Casa Branca ter causado algumas preocupações em termos éticos.

“Eu ouvi que alguns têm preocupações pelo meu aconselhamento do Presidente relativamente à minha capacidade de voluntariamente cumprir todas as regras éticas e eu decidi antes servir como uma funcionária não remunerada da Casa Branca, sujeita às mesmas regras que os outros funcionários federais”, referiu.

“Ao longo deste processo, eu tenho estado a trabalhar em estreita ligação e de boa-fé com o Conselheiro da Casa Branca e com o meu conselheiro pessoal para lidar com a natureza inédita do meu papel”, acrescentou.

O seu marido Jared Kushner também executa funções na Casa Branca como conselheiro do Presidente.

A situação de Ivanka Trump deu entretanto lugar a uma declaração em que a Casa Branca manifestou o seu agrado com a solução encontrada.

“As funções de Ivanka como funcionária não remunerada levam mais longe o nosso empenhamento com a ética e transparência”, frisou a Casa Branca.

Para além da sua presença com a família em eventos como inagurações, Ivanka tem também participado em encontros com líderes mundiais, como aconteceu em fevereiro durante a visita do primeiro-ministro canadiano à Casa Brmnca, onde participou numa conversa com mulheres empreeendedoras. Esteve também presente nos encontros com o primeiro-ministro israelita Benajamin Netanyahu e com a chanceler alemã Angela Merkel