Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Ministério das Finanças alemão não comenta “estilo usado em entrevistas” por Dijsselbloem

OLIVIER HOSLET/ EPA

“Valorizamos o trabalho do senhor deputado Dijsselbloem. Mas não avaliamos o estilo usado nas entrevistas”, diz ao Expresso o porta-voz de Wolfgang Schäuble, a propósito das polémicas declarações do presidente do Eurogrupo

“Valorizamos o trabalho do senhor deputado Dijsselbloem. Mas não avaliamos o estilo usado nas entrevistas”. Num curto comentário às polémicas declarações do presidente do Eurogrupo, o porta-voz do Ministério das Finanças alemão, Frank Weber, remetee ainda para aquilo que Wolfgang Schauble, o ministro que tutela a pasta, afirmou esta terça-feira em Bruxelas.

“O Sr. Dijsselbloem é o atual ministro das Finanças da Holanda. O seu mandato como presidente do Eurogrupo dura até ao início de 2018. Posterior debate só após a formação de um novo governo holandês”.

Em entrevista ao “Frankfurter Allgemeine Zeitung” esta segunda-feira, Jeroen Dijsselbloem defendeu que os países do sul não podem “gastar tudo em copos e mulheres” e “depois pedir dinheiro”.