Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Explosão em apartamento num bairro de Bruxelas terá sido acidental

NICOLAS MAETERLINCK/GETTY IMAGES

Informação foi confirmada este domingo pelo Ministério Público belga. Das sete pessoas que ficaram feridas, três encontram-se em estado grave, entre elas um bebé de dois anos e uma criança de 15

Helena Bento

Jornalista

O Ministério Público belga confirmou este domingo que a explosão num apartamento, no sábado, no bairro de Saint-Gilles, em Bruxelas, e que resultou na morte de uma pessoa e fez sete feridos, foi acidental.

“As primeiras conclusões dos peritos apontam para um problema com as canalizações de gás (...) nenhum elemento confirma uma intenção criminal ou intervenção de terceiros”, lê-se num comunicado do Ministério Público, citado pelo jornal belga “Le Soir”.

A explosão ocorreu num apartamento no Boulevard de Waterloo, no bairro de Saint-Gilles, onde reside uma grande comunidade de portugueses. Vários pisos do edifício colapsaram. Das sete pessoas que ficaram feridas, três encontram-se em estado grave, entre elas um bebé de dois anos e uma criança de 15, confirmou também o Ministério Público, adiantando que o nome da pessoa que morreu na explosão só será conhecido na segunda-feira à tarde.

  • Jornal belga “Le Soir” fala em pelo menos dois feridos. Já a rádio e televisão belga RTBF aponta para pelo menos sete feridos, um deles em estado grave. Explosão ocorreu perto do bairro de Saint-Gilles, onde residem muitos portugueses. De acordo com o presidente da Câmara, ter-se-á tratado “provavelmente” de uma fuga de gás