Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Conselheira de Trump sugere que o Presidente pode ter sido espiado por microondas

Mark Wilson/GettyImages

Kellyanne Conway voltou a causar sensação. A já famosa conselheira do Presidente dos EUA falou agora sobre espionagem

A conselheira de Donald Trump, Kellyanne Conway, voltou a dar que falar, desta vez ao sugerir que o Presidente dos Estados Unidos teria sido espiado através de telefones, televisores, mas também com recurso a um aparelho microondas.

“O que posso dizer é que se pode controlar as pessoas de muitas maneiras”, disse Conway numa entrevista ao jornal “The Bergen Record”. “Usando os seus telefones, televisores, e de muitas outras maneiras, claro. Os microondas que se transformam em câmeras, etc ”, acrescentou.

A assessora, no entanto, voltou atrás já esta segunda-feira e admitiu que não tem qualquer prova sobre a suposta espionagem. Através doTwitter defendeu-se, dizendo que os seus comentários tinham sido retirados do contexto pela imprensa.

Os comentários de Conway seguem-se aos sucessivos ataques de Trump contra Barack Obama, este fim de semana, acusando-o de ter mandado escutar as suas conversas na Trump Tower, durante a campanha.