Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Polónia: Reeleição de Donald Tusk significa que UE está “às ordens de Berlim”

“A forma como foi conseguida diz muito sobre a União Europeia e para onde vai. Agora sabemos que é uma UE às ordens de Berlim”, afirmou o chefe da diplomacia polaco

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Polónia disse esta quinta-feira que a reeleição do polaco Donald Tusk para a presidência do Conselho da Europeu é um sinal de que a União Europeia está sujeita "às ordens de Berlim".

Donald Tusk foi esta quinta-feira reeleito presidente do Conselho Europeu por quase unanimidade, apenas com o voto contra do seu país, a Polónia, para um segundo mandato de dois anos e meio.

"A forma como foi conseguida diz muito sobre a União Europeia e para onde vai. Agora sabemos que é uma UE às ordens de Berlim", afirmou o chefe da diplomacia polaco.

Durante a reunião da reeleição, segundo fonte diplomática, a primeira-ministra polaca, Beata Szydlo, propôs que o candidato escolhido teria obrigatoriamente de ter o apoio do país de origem, o que foi rejeitado, e tentou, também sem êxito, que os líderes europeus ouvissem o candidato apoiado por Varsóvia, o eurodeputado Jacek Saryusz-Wolskien.

A presidência do Conselho Europeu é um cargo criado no Tratado de Lisboa em 2009, tendo sido ocupado pela primeira vez e por dois mandatos pelo belga Herman Van Rompuy.