Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Bruxelas multa em €155 milhões cartel de fornecedores de ar condicionado para automóveis

As seis empresas multadas admitiram o seu envolvimento na coordenação de preços e troca de informação sensível

A Comissão Europeia decidiu esta quarta-feira multar num total de 155 milhões de euros seis empresas por terem participado em cartéis de fornecimento de componentes de ar condicionado e refrigeração de motores para construtores automóveis na área económica europeia.

O executivo comunitário concluiu que seis fornecedores de componentes automóveis, designadamente Behr (Alemanha), Calsonic (Japão), Denso (Japão), Panasonic (Japão), Sanden (Japão) e Valeo (França), coordenaram preços e trocaram informação sensível, em reuniões e por correio eletrónico e telefone, em quatro cartéis distintos que operaram entre 2005 e 2009.

Todas as empresas admitiram o seu envolvimento nos cartéis, tendo as empresas Behr e Sanden sido as mais penalizadas, com multas de 62 e 64 milhões de euros, respetivamente.

"Embora os componentes de ar condicionado e refrigeração não sejam vistos como produtos, são algo que podem sentir bastante. Neste caso, também podem ter sentido na carteira, ainda que pudessem regular a temperatura nos vossos carros. A decisão de hoje enfatiza que não aceitamos cartéis que afetem o mercado europeu", declarou a comissária europeia da Concorrência, Margrethe Vestager.