Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Trump faz primeiro discurso no Congresso esta terça-feira

SHAWN THEW/EPA

A sessão conjunta do Congresso, ou seja, que reúne Senado (câmara alta) e Câmara dos Representantes (câmara baixa), acontece já na madrugada de quarta-feira em Portugal

O Presidente norte-americano, Donald Trump, profere esta terça-feira (já na madrugada de quarta-feira em Portugal) o seu primeiro discurso perante o Congresso, prevendo-se que use a oportunidade para recentrar o recém-empossado executivo nas principais questões apontadas durante a campanha.

Até agora, o chefe de Estado apenas revelou que o orçamento federal “vai incluir um aumento histórico nos gastos da Defesa” para reconstruir o exército, após uma campanha eleitoral recheada de promessas relacionadas com a segurança nacional e o combate ao grupo ‘jihadista’ Estado Islâmico (EI).

Na segunda-feira uma fonte oficial da Casa Branca revelou que o Presidente norte-americano quer aumentar em cerca de 9% as despesas militares, ou seja em 54 mil milhões de dólares (mais de 50 mil milhões de euros), e diminuir a ajuda externa.

Estas medidas constam na proposta de orçamento para o ano fiscal de 2018 da administração de Donald Trump, que assumiu funções em meados de janeiro.

Segundo a agência de notícias norte-americana Associated Press (AP), os democratas convidaram imigrantes e estrangeiros para assistirem ao discurso de Trump, num esforço para dar um rosto àqueles que poderão ser lesados pelas políticas republicanas.

Quando um Presidente profere um discurso numa sessão conjunta do Congresso norte-americano, que reúne Senado (câmara alta) e Câmara dos Representantes (câmara baixa), é frequentemente referido como discurso do Estado da União.

No entanto, e como explica a página oficial do Congresso na Internet, um novo Presidente não faz um discurso do Estado da União durante o seu primeiro ano de mandato. A única exceção foi John F. Kennedy, que pronunciou um discurso do Estado da União durante o seu primeiro ano de mandato em 1961.