Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Secretário da Marinha nomeado por Trump afasta-se, alegando conflito de interesses

getty

Depois de Vincent Viola e Jim Mattis, apontados respetivamente para as pastas do Exército e do Trabalho, foi agora a vez de Philip Bilden pedir para o seu nome não ser considerado pelo Presidente Donald Trump

Escolhido pelo Presidente Donald Trump para ser o novo secretário norte-americano da Marinha, o empresário Philip Bilden pediu para não considerarem o seu nome para o cargo, alegando preocupações com a sua privacidade e um eventual conflito de interesses, dado os negócios que mantém.

A intenção de Bilden se afastar foi comunicada pelo Pentágo este domingo. Ex-oficial dos serviços de informação da reserva do Exército dos EUA, de 1986 a 1996, o empresário dedicou grande parte da sua carreira às finanças em Hong Kong, com interesses na Ásia.

Esta é a terceira baixa que Trump enfrenta. Vincent Viola, indicado para secretário do Exército, afastou-se também, no início de fevereiro, e Andy Puzder, candidato a secretário do Trabalho, saíu de cena por causa das críticas feitas por senadores republicanos e democratas, criticando o seu histórico empresarial e pessoal.

“Embora esteja dececionado, entendo e respeito a decisão”, disse Jim Mattis, secretário de Defesa dos EUA, acrescentando que “nos próximos dias” recomendará ao Presidente um novo candidato.