Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

A transcrição integral da conversa em que um jornalista mostra como Trump apresentou informações falsas

KEVIN LAMARQUE/REUTERS

Aconteceu quinta-feira, no mesmo dia em que Donald Trump acusara a imprensa de ser desleal e desonesta. O jornalista da NBC Peter Alexander interveio numa conferência de imprensa para mostrar que os factos que o Presidente acabara de apresentar estavam errados. Trump ficou atrapalhado

Donald Trump: Estou aqui a cumprir o que prometi fazer. É só o que estou a fazer. Estou a expor isto aos americanos. Tive 306 votos no Colégio Eleitoral. Não era suposto eu ter obtido 222. Disseram que era impossível obter 222 ou 230. Então os necessários 270, nem pensar. E obtivemos 306. Porque as pessoas saíram e foram votar como nunca tinha acontecido. Creio que foi a maior vitória no Colégio Eleitoral desde Ronald Reagan.

Peter Alexander: Disse que obteve a maior margem eleitoral desde Ronald Reagan, com 304 ou 306 votos. Na verdade, o Presidente Obama obteve 365.

D.T.: Bem, eu referia-me aos republicanos.

P.A.: E depois o Presidente Obama obteve 332 votos e George W. Bush 422, quando foi eleito Presidente. Porque deverão os americanos confiar em si?

D.T.: Passaram-me essa informação. Não sei. Acabaram de ma passar. Tivemos uma margem elevadíssima.

P.A.: Porque devem os americanos confiar em si quando alega que a informação que eles recebem é falsa e o próprio Presidente passa informações falsas?

D.T.: Bom, não sei. Deram-me essa informação. Na verdade, já tinha visto essa informação por aí. Mas foi uma vitória substancial. Concorda com isso?

P.A.: Você é o Presidente.

D.T.: Ok, obrigado. É uma boa resposta

  • “Herdei uma confusão”. Trump volta a criticar os media e elogia o trabalho da sua administração

    Numa conferência de imprensa que tinha como objetivo levar a sua mensagem “diretamente até ao povo”, Donald Trump voltou a endereçar novo ataque aos media. “A imprensa tornou-se tão desonesta que se não falarmos disso, estaremos a prestar um tremendo mau serviço ao povo americano”. O Presidente dos EUA aproveitou ainda para anunciar que vai apresentar um novo decreto sobre imigração “na próxima semana”